Manteiga Noisette

Origem

Dados históricos datam que a manteiga surgiu cerca de dez mil anos atrás, quando nossos ancestrais começaram a domesticar animais, cabras, ovelhas e vacas. Porém, a primeira referência feita a ela na história é de uma ilustração mostrando como era produzida e tem cerca de 4.500 anos. Hoje em dia a manteiga é fabricada em grande escala e diversificação, sendo um dos produtos mais consumidos no mundo.

Sua fabricação é fácil e simples, basta separar a nata do leite fresco e bater bastante até engrossar. O líquido restante, conhecido como soro de leite, é então retirado. Depois disso a manteiga é lavada e manuseada até adquirir sua nova forma sólida. Apesar de 80% de sua composição ser gordura, a manteiga é um alimento saudável, pois é riquíssima em vitamina A, um nutriente importante para uma pele saudável e os olhos, bem como para os ossos e dentes fortes.

Curiosidades sobre o ingrediente

China: durante a dinastia T’ang a manteiga representava o último estágio do espírito de Buda.

Japão: durante o século XIX, quando o país fez maior contato com o ocidente, os japoneses ficaram horrorizados com o forte cheiro que os europeus produziam quando suavam e o cheiro foi relacionado ao consumo de gordura animal. Os japoneses os chamavam de bata-kusai que significa fedendo manteiga, ainda hoje é um termo depreciativo relacionado às coisas ocidentais.

Escandinávia: os povos de lá gostavam tanto da gordura que quando morriam eram sepultados com barris cheios de manteiga.

Noruega: durante a segunda guerra mundial, quando a Noruega estava enfrentando dificuldades econômicas, a manteiga virou “moeda corrente”.

Índia: a tribo Hunza que vive entre o Paquistão, a Índia e a China, é famosa pela longevidade de seus membros que chegam até os 115 anos ou mais. Eles atribuem essa vitalidade à manteiga, que é muita consumida por lá. Na crença Hindu, a única manteiga consumida é a feita a partir do leite de vaca, por ser um animal sagrado.

Rússia: Maslyanitsa significa manteiga em russo e também é o nome do festival que celebra o final do inverno e o começo da primavera, é a semana da manteiga. A segunda-feira é o dia mais importante, onde são produzidos vários alimentos a base de manteiga, segundo a crença, quanto mais comida tiver mais quente será o verão no próximo ano.

Receita: Manteiga Noisette

A palavra noisette vem de avelã em francês. O ingrediente recebe esse nome por conta da cor e do aroma que ele ganha após ser levada ao fogo, neste processo as proteínas do leite vão dourando e água, evaporando dando um novo sabor a manteiga. 

 Ingredientes:
1 tablete de manteiga
1 panela de fundo grosso

Modo de preparo:

Coloque a manteiga em pedaços na panela e leve ao fogo médio até derreter completamente. Comece a mexer. Ela vai começar a espumar e borbulhar. Continue mexendo, raspando bem o fundo da panela. Lá estão os sólidos do leite, que estão caramelizando e liberando o cheiro de castanhas.

Fique ligado na cor. A manteiga vai evoluindo do dourado ao marrom. Os sólidos do leite – os pontinhos que aparecem no fundo da panela – devem chegar a um tom marrom dourado. Essa é a hora de prestar atenção. Se a manteiga passar do ponto e ficar muito escura, fica com gosto de queimado.

Desligue o fogo e transfira imediatamente a manteiga para um outro recipiente – se ela continuar na panela, vai continuar cozinhando. Não se esqueça de raspar todos os pedacinhos marrons que ficaram grudados no fundo da panela – é lá que está todo o sabor!  

manteigaReferências:
Guia dos Curiosos
Paladar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s