O porco é Deus no templo dos Rueda

#vemparaoCentroSP

Instalado no centro de São Paulo, a Casa do Porco Bar tem uma das cozinhas mais mágica e prazerosas que já entramos. Ambiente moderno e aconchegante. Ao comando do chef Jefferson Rueda, a ida até o bar é um convite a olhar para o centro com outros olhos.

O Chef

Rueda que começou sua carreira como açougueiro, aos 15 anos, dedicou-se e especializou-se na desossa de boi e porco, função essa que vem exercendo com grande maestria em seu restaurante ítalo-caipira. Formado no Senac Águas de São Pedro, como Chef Internacional por influência de família, Rueda envolveu-se e se apaixonou pela cozinha, passando por grandes restaurantes como Laurente Suaudeau (1998) e no extinto 72 (1999), onde trabalhou com o Chef Alex Atala.

Em sua caminhada gastronômica Jefferson, resolveu dedicar-se a cozinha contemporânea com base francesa, que preza pela valorização da matéria-prima.  Hoje o ingrediente da vez é o porco e tudo aquilo que ele pode oferecer, no momento em que cobra-se muito de chefs que adotem posições, como defender patrimônios alimentares e enaltecer o uso de ingredientes regionais. Jefferson Rueda cria um verdadeiro templo para a carne suína.

casa do porco
A Casa do Porco Bar

Do lado de fora, drive thru suíno – da janela você compra a famosa porcopoca R$ 10 (pros mineiros o famoso torresmo crocante preparado com a pele do animal) e o sanduíche de porco, que convenhamos, não é qualquer sanduba com carne suína. O lanche sai a R$ 15 e leva – abacate, tomate, alface, maionese de mostarda com tucupi e porco.

Ainda do lado de fora, açougue vitrine: pela rua você pode acompanhar uma desossa ao vivo. A câmara fria do bar fica aberta estilo televisão de cachorro virada para a rua e atrai a atenção de muitos.

Fomos conhecer a Casa, uma semana após o Chef receber os prêmios pela Prazeres da Mesa de Chef do Ano, Melhor Bar e Melhor Petisco de Bar. Conhecido por sua lista de espera, entramos sem fila e sem espera às 15h. Fomos instalados em uma mesa coletiva, com uma ótima vista para o que mais nos interessa, a cozinha

Na cozinha existe dois fornos a lenha, no qual porcos desossados no açougue são assados inteiros e após, 8 horas, ganham vida no prato carro-chefe da casa, o Porco San Zé (R$42).

A Casa oferece um menu degustação “De Tudo um Porco” servido em 8 etapas a R$ 100. Para quem for adepto ao menu, dá para experimentar os pratos mais exóticos e o carro-chefe da casa. Como já havíamos almoçado e porco pede cerveja. Ficamos com a sugestão da casa e começamos com uma cerveja artesanal Horny Pig, estilo Session IPA  (R$14). Pulamos para o Tartar de porco (maturado) com tutano + cogumelo em pó (R$21) e o clássico e premiado como: Melhor Petisco de Bar – Torresmo de Pancetta + goiabada preparada no local (R$26). E é aqui que a mágica acontece. O melhor porquinho do mundo: defumado, agridoce e apimentado. Vale a visita ❤

Este slideshow necessita de JavaScript.

A casa é decorada com utensílios que lembram frigoríficos e açougues. Ela é toda aberta e é possível ter um panorama de todo o bar. Mesas irregulares e coletivas, cadeiras confortáveis e pratos com sabores inexplicáveis. Nossa conta fechou em R$ 94,92. E a ida a Casa do Porco Bar, #nocentrodeSãoPaulo no meio da semana vale a pena.   

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Casa do Porco Bar
R. Araújo, 124 – República, São Paulo – SP,
Telefone: (11) 3258-2578
Horário: 12:00–00:00
Loja de Sanduíche: 11:00 – 01:00

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s